Monday, May 15, 2006

Por que não ir ao Skol Beats

'"Eu sou do psy", bradava Thiago Marques, em frente ao palco Tribe, comemorando a criação de um espaço dedicado ao gênero psy-trance nesta edição do Skol Beats. Para, em seguida, apontar vários rostos familiares que o cercavam: "Tudo brother que eu vejo em rave, na Tribe e na XXXperience, principalmente".'

Extraído da Folha de São Paulo, caderno Ilustrada, 15 de maio de 2006.

3 comments:

XTrobo said...

afffffff!

ka said...

é, meu filho, foi o inferno...
o saldo no fim da noite foi bem pequeno... tudo tende à decadência mesmo né? samba vira pagode, vivaldi vira toque de celular...
a única coisa que eu lembrava a noite toda: "mas era tão legal..."

hunnybunny said...

todos poderiam morrer. de fato.